Oriental is Cool!

Os eventos de moda ferveram, e todos os fashionistas ficaram de olho nos desfiles que anunciaram o que você irá vestir neste Inverno. Bom, tinha resolvido falar sobre cada uma das tendências, mas como  todos os blogs all world já deu conta disso, vou especificar uma que eu simplesmente amei.

OBS.: Não usei os desfiles mais recentes, coloquei aqui os meus preferidos e que foram bem-sucedidos em conversar a tendência conosco, o público.


O crescimento do Oriente é nítido. A China ultrapassou os EUA como potência industrial, a Economia Vietnamita cresce rapidamente com suas reservas como o petróleo e gás natural, Índia disputa mercado de exportação com o Brasil (açúcar), e uma leva de fatores que comprovam que o Mercado Oriental bateu a mão no peito e está aqui pra concorrer pesado seu espaço no cenário mundial. O quê? E na moda?  

Bom, desde a presença de Abu Dabhi no filme Sex and The City 2 até os enredos das novelas brasileiras (vai dizer que você não ficou de olho na indumentária de Caminho Das Índias?!), a presença do Oriente tem sido notada também pelos grandes arquitetos da Moda, como uma forma de reconhecimento de sua legitimidade no palco do Ocidente. Apesar de que acredito que isso vem acontecendo há muito tempo, foi nos recentes trabalhos das grandes Labels que repara-se um olhinho puxado aqui, uma estampa inspirada ali, e BOOM! Oriente vira tendência de moda!


Karl Lagerfeld foi genial quando a coleção Pre Fall da Chanel, intitulada Métiers D'Art, inundou a Galerie Courbe do Grand Palais, em Paris. Inspirado em uma obra publicada por Lady Amanda Harlech com fotografias de uma viagem pela Índia, o Kaiser (adoro o título!) mostrou que sua interpretação continua impecável e nada óbvia. A cenografia ilustrou um banquete digno de um marajá, aliado ao desfile onde as modelos exibiam looks com dreads, maquiagem de olho marcado, joalheria como pingentes, tiaras elásticas com pendentes, etc. As peças da coleção levam brocados, jodhpurs, saiões indianos, vestes de inspiração militar, rendas metalizadas com desenho de Paisley... Enfim, toda uma mistura de elementos que faz você querer virar hindu na mesma hora. Ah, e simplesmente adorei a trilha sonora!




O universo Oriental perfumou a coleção da Louis Vuitton, que foi riquíssimo. Marc Jacobs soube experimentar mil inspirações e mesmo assim não parecer confuso: cores fortes, o estilo das dançarinas de Charleston e uma homenagem aos primeiros estilistas japoneses a lançarem coleções em Paris. Tudo isso numa composição bem organizada e com uma dose precisa de ousadia. Amo o modo como a imagem da mulher ficou sofisticada e sensual, talvez tenha sido o charme dos anos 20 acrescentado as peças (Viu? ele mistura tudo, e fica tão completo!). As cores (amarelo, pink, turquesa, vinho, magenta, dourado) e texturas como a renda, seda, tecidos telados, estampas florais e franjas tornaram pra mim a coleção très divine.




Tenho um admiração carinhosa pelo trabalho de Haider Ackermann. Homem de talento nato, me apaixono pela forma como ele constrói as peças. É tudo tão arquitetônico, os cortes são diferentes em cada peça que ele faz. E em sua coleção Fall 2011 não foi diferente. O interessante é que ele adicionou alguns elementos orientais, de uma forma muito sutil e ao seu estilo. Belos volumes (parecem kimonos né?) unidos aos cortes de alfaiataria junto de maxicintos que lembram os Obis (amarrações tradicional da vestimenta japonesa). Tudo trabalhado em uma cartela de cores pálida, mas totalmente amarrada ao feeling do Orientalismo.


E quem disse que o Brasil ficou de fora? A Patachou mostrou na edição mais recente do Fashion Rio que o inverno é daqueles que irão ousar uma indumentária bem Gueixa Chic. Érika Frade mostrou que o Orientalismo chega como proposta de "uma mulher refinada, mas que vive num ambiente urbano". Cores quentes, kimonos, estampas floridas e inspiradas, os Obis que aprecem mais uma vez para mostrar uma proposta de marcação de cintura bem distinta. Fiquei muito contente quando vi o desfile, afinal, a marca trabalhou a pauta da coleção numa interpretação bem interessante da cultura japonesa, sem deixar de usar as texturas que estão em alta na temporada.



Por Nicolas Óliver

Penulis : Nicolas Oliver ~ Sebuah blog yang menyediakan berbagai macam informasi

Artikel Oriental is Cool! ini dipublish oleh Nicolas Oliver pada hari sexta-feira, 16 de março de 2012. Semoga artikel ini dapat bermanfaat.Terimakasih atas kunjungan Anda silahkan tinggalkan komentar.sudah ada 0 komentar: di postingan Oriental is Cool!
 

0 comentários:

Postar um comentário